sábado, 27 de junho de 2009

As sabidas

Diz a lenda que os Romanos à falta de mulheres engendraram uma forma de resolver o problema convidando os seus vizinhos Sabinos para uma festarola, e que a um dado momento, segundo um sinal previamente combinado, quiçá uma piscadela de olho, raptaram as piquenas e viúvas.
Os Sabinos, não obstante serem gajos porreiros e valentes, não acharam piada ao modus operandi de Rómulo e sus ragazos mas... a surpresa táctica obrigou-os a uma retirada estratégica.
Remoeram, remoeram e um belo dia, sem se fazerem anunciar, apareceram de cacete em riste para reaverem o seu pecúlio afectivo.
A menos de um passo de haver merda da grossa eis que senão, de repente, intromete-se uma Sabinona clamando sabidona:

Erecteu que por acaso ia a passar vendo aquele impasse de paus e tomates sugeriu:
Eh pah! E se vocês fizessem uma vaquinha e juntassem os trapinhos?
Tito Tácio olhou para Rómulo e perante o seu o seu encolher de ombros e arrepanhar de beiços, adiantou, -Por mim tá bem, ao que Rómulo respondeu, -Dá cá mais cinco. Ia-se entornando o caldo.
-Mais cinco? Disse Tácio a modos que pó azedo a descambar pó fodido. –Nã te chegam as que já aí tens?
-Pronto venham de lá esses ossos.
Ah! Assim, sim.
Deram um ganda abraço que, jura a pés juntos Tito Livio, amachucou armaduras.
Romanos e Sabinos formaram um bloco, central, que governando alternadamente, viveram em paz.



.
You're just too good to be true.
Can't take my eyes off you.
You'd be like Heaven to touch.
I wanna hold you so much.
At long last love has arrived
And I thank God I'm alive.
You're just too good to be true.
I Can't take my eyes off you.

Pardon the way that I stare.
There's nothing else to compare.
The sight of you leaves me weak.
There are no words left to speak,
But if you feel like I feel,
Please let me know that it's real.
You're just too good to be true.
Can't take my eyes off you.

I love you, baby,
And if it's quite alright,
I need you, baby,
To warm a lonely night.
I love you, baby.
Trust in me when I say:
Oh, pretty baby,
Don't bring me down, I pray.
Oh, pretty baby, now that I found you, stay
And let me love you, baby.
Let me love you.

You're just too good to be true.
Can't take my eyes off you.
You'd be like Heaven to touch.
I wanna hold you so much.
At long last love has arrived
And I thank God I'm alive.
You're just too good to be true.
Can't take my eyes off you.

I love you, baby,
And if it's quite alright,
I need you, baby,
To warm a lonely night.
I love you, baby.
Trust in me when I say:
Oh, pretty baby,
Don't bring me down, I pray.
Oh, pretty baby, now that I found you, stay..

4 comentários:

trek disse...

Ereteu

Abandonaste a escrita? Por falta de musa ou de tusa? Não carece resposta,como gajo que és já a adivinho! É apenas uma provocação! Não é que não goste das últimas postagens, principalmente das pinturas e da música... mas prefiro os teus textos.

Erecteu disse...

Cara trek,
Segundo as tuas premissas:
Os meus texticulos não carecem de musa pelo que só me pode faltar a tusa.
Mas na verdade te digo que outras, premissas, podem haver.
Passa bem e volta sempre.

jj disse...

Oh My God!, o Rapto das Sabinas à la Erecteu...


Jinhos.

Erecteu disse...

JJ,
Mas sem% fidedigno ;)
Jocas