segunda-feira, 20 de novembro de 2006

Portanto

..." quem quer que pretenda escrever sobre erotismo tem de fazer uma escolha prévia. Se quiser evitar produzir sensações e emoções eróticas tem de utilizar as expressões científicas ou as da etiqueta quotidiana. Se, pelo contrário, quiser evocar as emoções eróticas e praticar a fenomenologia, a certa altura tem de deixar a linguagem científica e médica para usar expressões mais comuns, quotidianas, até ordinárias, mas capazes de evocar a experiência."...

5 comentários:

maria_arvore disse...

Seria um bocadinho demais pretender transmitir erotismo dizendo " o teu pénis assim tão eivado de sangue provoca-me uma instintiva reacção de com a minha vagina praticar coito nele".

Fora isso a questão está em quais são as palavras que em cada caso provocam a reacção pavloviana. ;)

Erecteu disse...

Maria,É demais divertido!
Desmanchaste-me a rir, devo-te mais uma!

maria_arvore disse...

Erecteu,
podes sempre pagar com o fatinho com que nasceste. ;)

Erecteu disse...

Não sou menino para ficar a dever nada a ninguém ;) Julgo é que não chegava... quando a ocasião chegasse.
Bjs, Baum

Maria disse...

É melhor não interromper a brincadeira dos crescidos...

[saio em bicos dos pés]