quarta-feira, 8 de novembro de 2006

Dedicado à Professora, minha amiga, Marie-Baum ;)

Nunca os entendi, confesso. Porque seria agora que os iria entender?
*
**
Depois de OITENTA MIL terem saído à rua,
.
agora, preparam-se para ficar em casa, esses e
muitos mais
.
dia 9 e 10 de Novembro
fazendo força para que a Srª Drª Ministra volte às origens




11 comentários:

Maria disse...

Não é preciso entender os Pink Floyd. É só preciso amá-los. Apaixonei-me por eles quando era muito novinha. Mas só arranjei a discografia completa (sacada da eMule - cerca de 20 cds) há dois anos. A minha música preferida é o "Comfortably Numb".

Agora sobre a Ministra... Ela tem filhos? Tem marido? Alguém que lhe aqueça os pés? A minha mãe diz que ela é seca por dentro. Mulheres assim não me inspiram simpatia nenhuma. É triste... E quem paga são os putos.

beijinhos da tua bolachinha

p.s.: essa versão não é a original. Se quiseres mudar:

http://www.radioblogclub.com/search/50/pink_floyd

Erecteu disse...

Maria,
Foi a única que agarrei.
Vou tentar o teu link.
Beijões

maria_arvore disse...

Muito obrigada, Erecteu que assim até me fazes corar. E o mérito de conseguires é todo teu. :))
Eu adoro os Pink Floyd que são a música dos meus 9-10 anos (Dark side of the moon) e o meu sonho nunca concretizado era ser professora. :)
Talvez por isso acompanhe as questões que lhe dizem respeito e nunca me lembro (após 74) de um governo ter achincalhado tanto os professores como este, querendo-os tornar em criados para todo o serviço em vez de profissionais responsáveis.
Agora, depois de terem saído à rua num sábado, 2 dias seguidos de greve são um rombo no orçamento mensal e claro que isso conduzirá a que nem todos façam greve em ambos os dias. Mas creio que apesar disso mostrarão bem alto o dedo médio à senhora ministra. ;)

Fausta Paixão disse...

ora cá estou eu em defesa dos mais fracos. Estou com os alunos, claro, porque quem precisa de um Plano Nacional de Leitura são os profs, já o dizia o EPC na sua maneira rebolona de verborrear...

aceitei o seu convite para vir ao Domus e olhe que tem nível o seu domínio da matéria. Da matéria lectiva, claro, que professores somos todos, cada um na sua especialidade.

palpita-me que alguma coisa teremos de comum, Caro Erecteu, talvez na mameira pragmática com que encaramos a vida!

Fausta Paixão disse...

...não, não foi por mal... mas a palavra saíu à traição, a da mameira... troque-lhe as consoantes, se faz favor!

Maria disse...

Erecteu, Erecteu... A senhora só desceu porque o seboso mandou. Não lhe chames nomes. 'Tadita. E o teu faro... no meu blog tens a resposta.

beijinhos da tua bolachinha

Erecteu disse...

Precipitei-me, devia ter lido o comentário todo.
Rombos. Já andamos tão arrombados que mais um não se nota no acabamento.
1. Perde-se no salário agora mas ganha-se (?) depois, é um investimento. Só o faz quem tiver convicção. (Não julgo os que não aderem, nem ouso questionar as razões)
2. Marcou-me saber que duas gotas, diárias, de laranja resolveriam o problema do escorbuto, aos nossos egrejes avós.
Destes-me muito mais, sua sacana. Não sou rancoroso, esqueço, mas... ai daquele que me dê duas gotas, está marcado prá vida.
Não sou pessoa como já viste para fazer isso. Não espeto, assim ( .!.) um dedo. ESTENDO DOIS, assim ( .II. ) LEVA COM UM PIÇO DE DOIS CANOS.
Em fim, vou aviar a... não sei como lhe chame. Fausta? Paixão?


Beijoca, bomboKa ;)

Erecteu disse...

Pombinha,
Ligas às coisas de uma mameira! Caga nisso.

Então a pombinha, chegou, espreitou, e veio-se logo! Nem esperou por mim, francamente.

Toda a modesta villa e o tepidarium estão à disposição. Já dei instruções. Mesmo qu'eu não esteja a pombinha entra usa e não precisa de servir-se. O Brutus ou a Casta estão ao seu dispor.

Estou normalmente em casa entre a nona e a décima primeira, se quiser aparecer ver-me-á desvanecer de prazer.

Seu , Erecteu

Erecteu disse...

Ai jesus! Isto hoje parece a Rua do Alecrim.
Bolachinha,
Estou a ir, foufinha.
Entretent: Olha que o meu faro só não fareja pro meu lado. A caçar pros outros sou melhor que rafeiro alentejano. Quando toc'á mim é que o parvo do nariz s'entope.
Espero bem ca Tadita seja um engano. Quem t'avisa teu amigo é(?)

Bs, doce bolachinha.

Fausta Paixão disse...

ai deus, que isto é um mimo de casinha, com pombinha p'ráqui, bolachinha p'ráli... e o dono é um pingamor erectus, dos que têm latim em quantidade para uma missa.

mas... entre a nona e a décima segunda acha que ainda está em condições para me receber? não estará já mais para lá do que para cá, mais ou menos no lugar do cruzamento do cardo com o decumano, ali para os lados do templo das bacannes.

Erecteu disse...

Fui desmascarado.
É isso mesmo já estou como hei-de ir.
Mas tás feita vou postar-te.
Um terno beijo, pombinha.