domingo, 5 de novembro de 2006

É imperioso ser INTOLERANTE, com a intolerância.


in Lusofolia
Faz dois anos
que mataram
Theo Van Gogh. Em sua homenagem, o seu filme Submission pode ser visto aqui.
// posted by Toix @
9:37 AM


a denuncia deve chegar tão longe quanto for preciso, independentemente de a intolerância nos ferir directamente ou não.

Mais do que o corpo, a consciência deve ser preservada intacta.

5 comentários:

Abssinto disse...

Muitíssimo bem postado, Erecteu. Vou olhar.

Abraço

Erecteu disse...

Obrigado Ab. Já vou aí ter contigo.
Um abraço

maria_arvore disse...

A tolerência é como o respeito: só faz sentido se fôr recíproca.

Maria disse...

"When a good person dies, there should be an impact on the world. Somebody should notice. Somebody should be upset."

(House MD, Episode 1, Season 2, Dr. Allison Cameron)

Erecteu disse...

marie-baum,
Obrigado, dás-me uma perspectiva interessante para esta abordagem - a reciprocidade - difícil de não nivelarmos "por baixo" ou de não justificar o injustificável.

------------
maria,
Aqui o chaparreu ainda não se tinha dado ao cuidado de saber onde se sustenta a tau ambiência. Já sei onde!!!(clak, clak, clak) vou tentar ir entrando.