sábado, 10 de fevereiro de 2007

O JOCKER: a bem dizer, cantiga

-Vocês aí ao fundo
não se importam de calar?
Ouça como é profundo,
o professor a dissertar.

Roda, como o mundo
Verborreia sem parar
ufano, ri contundo
com perdigotos a voar.

-Ao curto SIM junto
o NÃO despenalizar.
-Simplesmente confundo
os que querem SIM votar.

Atentem, é de espantar
Não diz NÃO nem diz SIM,
Em retórica exemplar,
Aconselha agora o NIM!


Cale-se já, não ouviu?
Escute o saber douto,
Quem é que se insurgiu?
-Eu, que de poeta e louco,
de tudo tenho um pouco.
Doutor, PUTA QUE O PARIU.

7 comentários:

maria_arvore disse...

Amen!;)

Maria disse...

Se a puta que o pariu o tivesse abortado não teríamos de ouvir os disparates que ele diz...


[desculpa lá a minha dureza]

rui disse...

Amigo Erecteu,

Não vale a pena perder tempo com o vaidoso e fala barato do Sr. Doutor.
Esse também pensa que é um grande esclarecido e que detém o dom da palavra.

Abração compadre

Elipse disse...

deixei de ver televisão. já não suporto nenhuma espécie de novelas.

Bad disse...

Eu tive o previlegio ( ou não - porque ainda não percebi bem o que sinto em relacção a ele) e sei como ele funciona.

Não apenas nesta questão sobre a despenalização do aborto. O MRS geralmente comenta todos os temas da seguinte maneira."Por um lado concordo com o bla bla bla,por outro lado discordo com bla bla bla... portanto NIM!

Sempre foi assim. Depois há o facto que ele é que manda para as redacções, os temas que QUER comentar. Nunca há uma pergunta improvisada. :)

beijo

o alquimista disse...

Corre a agua nasce a vida no embalo do tempo... Que seja sempre dia, nunca acabe o sentimento...

Puros sentimentos, lindo domingo para ti...

Abraço

Maria disse...

O Sim ganhou...

...agora vamos lá ver...