sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Descansa valquiria minha

Não deixar em paz os que querem partir
é uma terrivel manifestação de egoísmo
fantasio um momento de descanso
ficarei atento ao menor som
não vá lá vir a guerreira
pena em riste
terminar fim
triste


9 comentários:

rui disse...

Olá Erecteu

Andas inspirado!
Pelo sim e pelo não, cuidado com as valquirias guerreiras.

Bom fim-de-semana
Abraço

Elipse disse...

como tu dizes... é preciso deixar partir quem não quer estar aqui.
a questão reside apenas nesse querer, que muitas vezes não o é.
mas não podemos prender as pessoas às nossas amarras.
a b. descansará e voltará. nenhum de nós duvida.

Filipe disse...

A música e o filme estão sempre a parar, é truque?

ci disse...

esperemos que a guerreira volte em breve...:)

beijinhos da ci

Maria disse...

Deixemos a guerreira descansar...



....mas sinto tantas saudades dela!

Uxka disse...

É bom parar de vez em quando, não deixar arrastar as situações.
Pode ser que volte ou não. Esperemos que sim.
Já não me lembrava desta canção, é uma boa prenda para o caminho.

maria_arvore disse...

Mas mesmo num até já, os beijos são dádiva e não egoísmo. ;)

psique disse...

partir para voltar ... assim ficar a saudade.
beijos...passa por lá e da-me o teu contributo.

Erecteu disse...

Rui,
Estou mais pó expirado de prazo;
Um abraço.

-----
Elipse.
A liberdade de decisão não deve ser cartada.
Há sempre a possibilidade de abrir-mos portas que se fechámos
Perdoa-me a confusão.

-----
Bolachinha,
Saudadi ao som de uma morna.
Beijinhos.

-----
Beijinhos

-----
Filipe,
Foi passageiro?
Hugs & kisses.

-----
CI,
Voltará com certeza, é um merecido descanso.

-----
Uxka,
É uma bela mas triste canção.
Volta e leva o que houver de jeito.
Beijinhos.

-----
Maria-baum,
Uma perda cria o sentimento de revolta.
Beijinhos

-----
psique,
Já lá vou fazer o que puder.
Bjs