segunda-feira, 14 de maio de 2007

A banda * que resiste à corrupção do mundo.




"Adendando": felizmente a exposição estará até dia 30 de Maio.

Não se trata de uma exposição monumental. Vale contudo pela modéstia, pelo despretencisosismo e pela riqueza do material apresentado, face aos meios disponiveis. Constitui sem dúvida uma velada homenagem a João Faria, Arqueólogo que muito contribuiu. Lá no Olimpo vejo-lhe "aquele" sorriso de menino.

"Fragmentos da vida privada na Salacia Vrbs Imperatoria"

Integrada na iniciativa Maio-Mês da Cultura, inspirada no período romano, a mostra levanta um pouco do véu sobre como viviam os cidadãos romanos na intimidade.

A temática passa pela "cidade dos vivos", com um retrato das actividades quotidianas dos cidadãos romanos, hábitos de higiene, vaidades, prazeres, vícios e excessos, passando depois para a "cidade dos mortos", com os seus rituais fúnebres e a reprodução de uma necrópole da época. A mostra pode ser visitada de 3ª feira a sábado, das 10 às 12h30 e das 14h30 às 19 horas.

Gostaria de vos dizer mais, sobre a exposição em particular e sobre "Maio-Mês da Cultura", em geral, mas para meu desencanto a página da Câmara nada refere.
Colhi a informação da página da Radio Mirasado, *contra sua saecula rectus.

3 comentários:

della-porther disse...

Erecteu

passei pra te deixar um beijo

della

maria_arvore disse...

E não queres ir lá fazer a reportagem? ;)

(eu sei que é egoísmo meu mas...)

maria_arvore disse...

Ou melhor,
como se costuma dizer, quem dá o que tem a mais não é obrigado. :)
Muito, muito obrigada, Erecteu. :)