terça-feira, 10 de março de 2009

Estou em vias de pagar 9% do meu rendimento para deixar de fazer uma coisa de que gosto!
O aparente paradoxo desfaz-se sabendo que a perda, afinal, paga o livrar-me de enxovalhos, e de um ambiente onde se instalou a tacanhice liderada por arrivistas surfando na onda do poder.

Deixo para trás uns quantos velhos companheiros que a seu tempo, brevemente, também darão lugar a outros; deixo também outros que terão de bulir por uns tempitos mais…


Poderia congratular-me por ir usufruir o descanso, resultado de quarenta anos de trabalho efectivo e o benefício dos respectivos descontos, né?
Nã! O que, presumivelmente, vou usufruir, contando com o ovo no cu da galinha, é do que descontarão mensalmente, os que ficam a bulir: porreiro! Tá?
Nã! Né porreiro, nã. Não é porreiro porque sei que esses jovens camaradas, quando chegar a vez deles, irão receber, grosso modo, 50% daquilo que receberiam se se baldassem ao trabalho hoje!!!


Demito-me, obviamente porque não posso demitir uns quantos.




.


Que força é essa - Sérgio Godinho feat. José Mário Branco
.
Vi-te a trabalhar o dia inteiro
Construir as cidades para os outros
Carregar pedras, desperdiçar
Muita força pra pouco dinheiro

Que força é essa
Que força é essa
Que trazes nos braços
Que só te serve para obedecer
Que só te manda obedecer
Que força é essa, amigo
Que força é essa, amigo
Que te põe de bem com outros
E de mal contigo
Que força é essa, amigo
Que força é essa, amigo

Não me digas que não me compreendes
Quando os dias se tornam azedos
Não me digas que nunca sentiste
Uma força a crescer-te nos dedos
E uma raiva a crescer-te nos dentes
Não me digas que não me compreendes

Que força é essa
Que força é essa
Que trazes nos braços
Que só te serve para obedecer
Que só te manda obedecer
Que força é essa, amigo
Que força é essa, amigo
Que te põe de bem com outros
E de mal contigo
Que força é essa, amigo
Que força é essa, amigo

Vi-te a trabalhar o dia inteiro
Construir as cidades para os outros
Carregar pedras, desperdiçar
Muita força pra pouco dinheiro

Que força é essa
Que força é essa
Que trazes nos braços
Que só te serve para obedecer
Que só te manda obedecer
Que força é essa, amigo
Que força é essa, amigo
Que te põe de bem com outros
E de mal contigo
Que força é essa, amigo
Que força é essa, amigo

3 comentários:

Fausta Paixão disse...

ah meu amigo!

Se eu pudesse...

bom, mas deixa-me lá estar quietinha que essa coisa de fazer o gosto ao dedo tem os seus custos. Não, não são os 9%... é mais os 40 anos de serviço.
Safa! Deves ser mesmo cota!

;))

Erecteu disse...

Cota XL ;)

maria_arvore disse...

Erecteu,
pelo menos podes escolher e fazer a melhor escolha para não aturar parvoíces e climas de medo. :)

Pena tenho eu que vou engrossar as filas daqueles que só o podem fazer daqui a 20 anos e engolir todos os sapos.