sábado, 30 de maio de 2009

TAN - TAN, TAN - TAN.TAN.TAN


Tarzan & Jane - Toy-Box
.

Vocês conhecem o Tarzan? Que disparate! Quem não conhece o Tarzan?

but will Tarzan have Jane?

Não resisto a contar, ainda que não goste de me envolver em assuntos alheios, mas, mais tarde ou mais cedo toda a gente vem a saber. Os tambores da selva já começaram a rufar em surdina tan - tan, tan - tantantan.
Quem diria? A coisa corria tão bem! Ali na selva do Maiombe, a opinião é unânime, não há casal mais perfeito, os chimpanzés não contam dadas as suas normas particulares; é sabido o seu gosto para se catarem e ninguém se atreve a não lhes reconhecer o pioneirismo no tão em moda swing.
Ai que já me perco, desculpem, voltando ao Tarzan: o idílio daquela relação era uma mais valia para a selva. Desde que Jane aparecera, Tarzan andava muito mais bem disposto: deixou de chatear panteras e leões, tornou-se muito menos mesquinho deixando de ligar a ninharias. Até deixou de massacrar a Tek que passou a comer as bananas à sua vontade –de boca aberta– a sentar-se de pernas afastadas e coçar simultaneamente a barriga e o sovaco.
-Jane ama Tarzan?
-Claro que sim querido.
-Humm…!
-Hum? Hum o quê darling? Toda a gente vê isso, até o King Kong que sofre de cataratas no olho direito veria se fosse desta história!
-Mas Jane, tu nunca dizer I love you, disse amuado remexendo a terra com o pé , arremedando o Mogli. Falta de imaginação, dele, né?
-Oh filho deixa-te de bullsheets, tá? Disse a doce Jane um pouco agridocemente.

E aquilo lá passava que o Tarzan não era parvo e sabia até onde é que podia esticar a liana.
Por uns tempos voltava a paz e era uma alegria vê-los vogar de cipó em cipó. A propósito nunca percebi com’é cosgajos faziam aquilo! O Tarzan tinha as mãos nas lianas, né? não dava pá Jane andar de braços abertos imitando a Mansfield !!! Com’é qu’ela se sustentava ao colo do heroi? O realizador meteu água. Ai, desculpem.

Não era por a selva ser muito cerrada mas não era sol de muita dura.
-Jane love Tarzan?
-Ai a merda! disse Jane de mão na anca. Isso é uma pergunta ou uma afirmação? Se é uma pergunta, nem te respondo filho, e vê lá se aprendes, repete lá: Jane, do you love me?
-E ele com toda a pachorra: Jane, do you loves me?
Fuck! Já te disse que na terceira pessoa do singular é que metes os SS, não é loves é love. It’s so easy darling e num aparte arre!!! Por fim a a miúda que até nem era má rapariga, dando uma de culta despachou: Iavoul Ich liebe dish. Je t’aime. Ahmo-t’ós moulhinhos, queres mais?
-Não.

Quando me contaram esta cena, disse pós meus botões, não, para ser mais preciso, p’á tshirt: Isto assim nã dá. Mas a cousa lá se compunha e os cromos voltavam às passeatas de liana, banhavam-se nuzinhos ao luar, que o hipopótamo bem os via e ficava à rasca com uma ganda tusa sem ter uma mão de jeito para sacar uma punheta que bem lhe saberia.
Bom adiante, qu’isto aqui não é um blog de bolinha vermelha… está-se mesmo a ver que o bom do Tarzan se eforçava, esforçava mas… recaía.

-Jane, you don’t love Tarzan, disse quase escorreito e assertivamente; antes que ela abrisse os bêços carnudos, disparou: -Jane anda com Tarzan só porque Tarzan estar a jêto.
Jane bufou e irritada só lhe respondeu: Não é jêto é jeito e virando-lhe as costas foi-se embora rebolando as ancas.

Andaram nisto três anos queca aqui arrufo acolá.
Um dia, lá pelas onze como era hábito, voltava Tarzan da sua patrulha pela selva com umas flores silvestres presas entre os dentes, quando avistou a cabana lá no alto da mais alta arvore da selva. Fez-se-se anunciar:
Oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh.

Para surpresa sua não viu Jane de plantão na paliçada a acenar como era costume! Reparou ainda que o fumo branquinho não revolteava no ar, como era costume! Como era costume não se viam nem tangas nem soutiens pendurados na corda da roupa! Apreensivo pensou no pior -Querem lá ver que a puta da pantera a papou? - mas não. Tantor, embora estivesse sempre de trombas não mostrava sinais de nervosismo;
A sacana, se calhar, ainda está ferrada a dormir. Já vai ver, até se borra toda.
Inchou o peito entrou na cabana em passadas ao jeito de John Wain que pensava assentar-lhe como a melhor das tangas de pele de leopardo e… deu com o lar vazio, melhor, cheio de silencio. Em cima da mesa estava cuidadosamente enrolado algo parecido com papiro ; pegou nele mirou os estranhos gatafunhos, remirou, voltou a mirar e como não era lá muito dotado para as letras bradou:

-Terk, chega aqui já, rápido.
A pequena golirinha lá assomou e timidamente foi entrando no seu jeito balançado de menina de Ipanema. Por via das dúvidas, ofereceu-lhe as partes podengas.
-Vira para lá essa merda que mais parece a mitra de uma galinha com hemorróidas.
Terk obedientemente virou-se para ele, sentou-se, passou as mãos pelo rosto, arreganhou os dentes tentando um sorriso mas se isto fosse banda desenhada veriam um balão com tanto raio e corisco, caveiras e dinamite que fariam corar a Maria da Travessa do Chupalapele.

-Lê-me esta porra.
E Terk, obediente, leu:

Darling,
Vou para longe, vou para casa, vou para o raio que me parta. Olha, pensando melhor vou ter com o King Kong que não sendo desta história não está lá muito a jeito, não tem o teu corpinho, terá a pilinha pequena ou será capado até mas, se calhar, acredita mais em mim, ponto.
Tenho muita pena, como te disse, como me fartei de dizer,
assim não dá.
Hugs and kisses,
Jane

Aih, aih, aih, aih, aih, aih, aih, aih, aih, aih, aih.
Ecoou pela selva

*
**


Oo-ee-oo-ee...
I am Jane, and I love to ride an elephant

My name is Tarzan, I am Jungle-man
The tree-top swinger from jungle-land
Come, baby come,
I will take you for a swing
Let's go, honey, I'm tinkeling

Tarzan is handsome, Tarzan is strong
He's really cute, and his hair is long
Tarzan is handsome, Tarzan is strong
So listen to the Jungle-song:

Oo-ee-oo-ee...
I am Tarzan from Jungle,
you can be my friend
Oo-ee-oo-ee...
I am Jane, and I love to ride an elephant

When you touch me, I feel funny
I feel it too, when you're touching me
Come to my tree-house, to my party
Yes, I'll go if you carry me

Tarzan is handsome, full of surprise
He's really cute, and his hair is nice
Tarzan is handsome, Tarzan is strong
So listen to the Jungle-song:

Oo-ee-oo-ee...
I am Tarzan from Jungle, you can be my friend
Oo-ee-oo-ee...
I am Jane, and I love to ride an elephant

Go Cheetah, get banana
Hey monkey, get funky
When I am dancing, I feel funky
Why do you keep ignoring me?
Tarzan is here, come, kiss me, baby
Oochie coochie kiss me tenderly

Tarzan is handsome, Tarzan is strong
He's really cute, and his hair is long
Tarzan is handsome, Tarzan is strong
So listen to the Jungle-song:

Oo-e-oo-ee...
I am Tarzan from Jungle,
you can be my friend
Oo-ee-oo-ee...
I am Jane, and I love
to ride an elephant

And so they got funky,
but will Tarzan have Jane?
Stay tuned to find out!

4 comentários:

sao martins disse...

Pareceu-me que esta historia tem um "quê"de autobiográfica... Já gargalhei e não foi pouco. São

Erecteu disse...

Sanita,
Bem vinda a esta humilde casa. Tudo o que neste blog se conta aconteceu, está para acontecer ou no minimo pode acontecer. Nunca por nunca se contam mentiras ou se entra em devaneios.
Erecteu nunca te enganará nem tornará a enganar.
Volta sempre.
Um beijo do teu,
Erecteu

trek disse...

ESTA HISTÓRIA NÃO ME É ESTRANHA! DO QUE OUVI NA TASCA DA ESQUINA, AS FALAS DOS PERSONAGENS ESTÃO TROCADAS. AS FALAS DA JANE SÃO DO TARZAN E VICE-VERSA. DO QUE CONSEGUI APURAR DA HISTÓRIA, SEGUNDO LOS MENTIDEROS, TARZAN NUNCA CHEGOU A EXPLICAR MUITO BEM A JANE O QUE QUERIA DIZER, "ASSIM NÃO DÁ. TARZAN SOFRE DE UM PROBLEMA GRAVE, MUITO COMUM ENTRE MACHOS, É UM MACHO BETA COM A MANIA QUE É ALFA. AO QUE CONSTA, APESAR DA LIANA GASTA, PASSAVA O TEMPO SALTITANDO SEM PARAR EM RAMO VERDE. NÃO SABENDO ELE PRÓPRIO O QUE QUERIA!
JANE, SEGUNDO DIZEM NÃO É FLOR QUE SE CHEIRE E COMO TEM PÉ DE ATLETA NÃO GOSTA DE MEIAS.QUE QUERIA AFINAL TARZAN? QUE JANE FICASSE NO SEU CIPÓ SEMPRE DISPONÍVEL À ESPERA QUE TARZAN A CHAMASSE DEIXANDO TUDO PARA TRÁS? DEPOIS DE TODAS AS QUEDAS QUE DEU, QUANDO AS LIANAS SE PARTIAM SOB O PESO E O USO QUE TARZAN LHE DAVA, QUE PODIA A POBRE JANE FAZER SENÃO FICAR DE PÉ ATRÁS????!!!!

Erecteu disse...

Terk,
Não confirmo nem desminto, nem isso adiantaria o que quer que seja para a história; afinal, como o fotógrafo, Terk estava lá e lá saberá, melhor do que ninguém.