terça-feira, 23 de outubro de 2007

picap'ampliar
falta-m'a pica, acho que é melhor parar, por uns tempos, talvez

Quando o avião aqui chegouquando o mês de Maio começoueu olhei para tientão entendifoi um sonho mau que já passoufoi um mau bocado que acabouTinha esta viola numa mãouma flor vermelha n'outra mãotinha um grande amormarcado pela dore quando a fronteira me abraçoufoi esta bagagem que encontrouEu vim de longede muito longeo que eu andei p'ra'qui chegarEu vou p'ra longep'ra muito longeonde nos vamos encontrarcom o que temos p'ra nos darE então olhei à minha voltavi tanta esperança andar à soltaque não exiteie os hinos canteiforam feitos do meu coraçãofeitos de alegria e de paixãoQuando a nossa festa s'estragoue o mês de Novembro se vingoueu olhei p'ra tie então entendifoi um sonho lindo que acabouhouve aqui alguém que se enganouTinha esta viola numa mãocoisas começadas noutra mãotinha um grande amormarcado pela dore quando a espingarda se viroufoi p'ra esta força que apontou

5 comentários:

diefe disse...

Este Stop é mesmo STOP, STOP?! Tu não vais fazer isso, pois não?! Então e as histórias inacabadas?! Se percebi mal, óptimo, mas se é isso... não reconsideras mesmo?!...

maria_arvore disse...

Erecteu,
os tempos que correm são amargurados como os que o Zé Mário canta... mas diz que é só uma pausa, por favor. :)

Egoisticamente não me apetece perder-te nas minhas visitas diárias mas também sei que só vale a pena termos prazer nisto. Talvez apenas uma pausa temporária te faça voltar a pica. :)))

Hipatia disse...

E que tal dares-me uma ajudinha no regresso? Em companhia é sempre melhor :)

Erecteu disse...

Di,
Falta-me a pica, sei lá
Bjs

-----
Maria,
A idia é exactamente isso.
Por obrigação não.
Não posso falar mordo logo a lingua, de tal forma que antes de te responder já tinha o post acima posto.
Bjs

-----
Hipatia, "gavinosa",
Nã te fiques em branco.
Bjs

Elipse disse...

lê aqui

www.aguarelast.blogspot.com


talvez percebas que isto é um percurso; e talvez encontres na lucidez a solução.

beijo-te.