sexta-feira, 24 de agosto de 2007

36 linhas

Picasso, Old man
-Olá compadri.
-Olá comadri.
-Como vaí?
-Ãh
-Vai mali!
-Nã.
-Atão… vai bêm!
-Nã tambêm.
-Heim!
-Nêm bem… nêm Mali…
-Hiii! Podi lá sêri.
-Mas pois’éi.
-Encismado?
-Nêm por isso.
-Vá lá! Coitado.
-Bêm, o chouriço…
-Qu’é isso?
-Atormenta-mi…
-Nã percebo!
-Vai um aconchego?
-Ai Jasus!
-Foi o que supus.
-Credo!
-Faz-se luz?
-Esteja quedo.
-Um safanão?
-Já vi…
-...que não.
-Oh! Toleirão.
-Fico quedo?
-Faça com’ó Semedo.
-Com’então?
-Compadri… use a mão.
-E vocemecê o dedo.

Conclusão: Haja mão e dedo
E ninguém tenha medo.






2 comentários:

maria_arvore disse...

Ó Compadre, a falar é que a gente se entende e também é pela língua que se vai. ;)

Nanny disse...

E não dizias tu no post anterior que quem vai para o mar avia-se em terra...?

Então... era levar 2 velhas... quem sabe assim... ;-)

Beijitos